Connect with us

Bienal Do Livro Recife: Datas, Local e Horários

Bienal Do Livro Recife

Exposições

Bienal Do Livro Recife: Datas, Local e Horários

Bienal Do Livro Recife: Datas, Local e Horários

Frequentar uma Bienal do Livro é um compromisso quase obrigatório para aqueles que são amantes da literatura. Afinal, os livros recebem  a atenção especial que merecem em eventos como este.

Essa também é uma excelente oportunidade para conhecer novas obras, novos autores e novas histórias. Então, pensando nesse encontro que acontece a cada dois anos e é muito comum nas grandes cidades, vamos falar um pouco mais sobre a Bienal do Livro Recife, falando também sobre as possíveis datas da próxima edição, o local do evento, o horário e é claro, outras informações importantes. Confira mais em nosso texto.

 

A história da Bienal do Livro em Recife

Antes de divulgarmos as informações sobre data, horário e local da próxima edição da Bienal do Livro Recife, começaremos contando um pouco mais sobre a história desse evento.

A Bienal do Livro é um evento literário e cultural que acontece a cada dois anos, reunindo editoras, expositores e diversos profissionais como autores e ilustradores, artistas que compartilham suas histórias, jornadas e criações.

O formato do evento possibilita que a Bienal seja organizada em grandes estandes onde os expositores apresentam suas obras literárias aos leitores e atraem novos seguidores. Aqui em nosso país, contamos com diversas edições do evento que acontecem em grandes cidade, como á dissemos mais acima sendo as mais famosas delas a Bienal Internacional do Livro de São Paulo e a Bienal Internacional do Livro do Rio e a BIenal do Livro Recife são os maiores e mais movimentados eventos literários do país.

Além disso, podemos citar também a Bienal Mineira do Livro, que acontece em Belo Horizonte, e a Bienal do Livro da Bahia, que acontece em Salvador.

O recurso Livro é o tamanho e a duração do evento, que normalmente abrange muitos dias de debates, sessões de autógrafos, workshops e muito mais.

Falando sobre a Bienal que acontece em Pernambuco, esse é um evento de reconhecida importância no mundo do livro, da leitura e da literatura, com atividades relacionadas à fruição do conhecimento, arte e  cultura, estímulo ao mercado editorial e divulgação da produção literária, que promove a formação de novos leitores.

A Bienal é conhecida como o maior evento literário do Nordeste e  terceiro maior do Brasil, a Bienal do Livro de Pernambuco é uma iniciativa solidificada pelo  sucesso de público  ao longo dos anos.

Sua realização oferece uma oportunidade inédita de encontro entre educadores, escritores, editores, cartunistas, diversos profissionais  do mercado editorial, estudantes e público em geral do país e região, agregando e divulgando novos autores e promovendo intercâmbios culturais. no meio literário e artístico, os participantes e os potenciais leitores.

Ano passado aconteceu a XIII Bienal Internacional do Livro de Pernambuco  presencialmente no Pavilhão de Exposições do Centro de Convenções de Pernambuco. e também no ambiente virtual – www.bienal. com – serão realizadas três iniciativas preparatórias nos meses de maio, julho e setembro antes da edição híbrida – presencial e virtual.

A edição aconteceu em outubro, dando ao tradicional evento presencial  a amplitude de participação digital de convidados e do público de outros estados e países, culminando nas reuniões preparatórias remotas anteriores.

Como de costume, esta edição também prestou homenagens a duas personalidades da literatura e desta vez os homenageados selecionados são o educador Paulo Freire (in memoriam) no ano  de seu centenário e a poetisa Cida Pedrosa, vencedora do prêmio Livro Jabuti  do Ano. 2020.

A linha  curatorial do evento tinha como tema: “2021 – o ano em que a história começa”, uma análise e discussão dos novos marcos do século XXI. .

 

Datas

Bienal Do Livro Recife

A edição do ano passado teve início em uma sexta no dia  primeiro de outubro (01/10) no Centro de Convenções de Pernambuco (Cecon) e foi até o dia 12 do mesmo mês, trazendo uma programação especial de lançamentos de livros e contação de histórias para crianças.

A Bienal de Recife 2021 contava com uma sala com muitas cores, estantes  e ambientes inspirados no Brinqueduca, um dos principais programas do Ministério da Educação que visa incentivar todo o processo relacionado ao desenvolvimento neurológico da criança e ao desenvolvimento pessoal, intelectual e social da criança.

Durante 12 dias, a Bienal de PE promoveu aproximadamente 120 horas de programação com diversas atividades (presenciais e virtuais).

O evento contou em sua última edição com cerca de 20 oficinas presenciais, mais de 60 estreias literárias, além de 50 conferências presenciais e 30 virtuais, apresentações artísticas e muito mais, num total de 220 atividades (presenciais e virtuais).

Foram cerca de  320 estandes distribuídos em 9.000 m 2 de pavilhão interno do Cecon, área maior que a edição anterior. A expectativa é gerar mais de R $12 milhões em negócios durante os 12 dias de atividade ininterrupta.

No primeiro dia, dois grandes nomes da literatura de língua portuguesa, o moçambicano Mia Couto e o brasileiro Itamar Vieira Jr., vencedores das últimas edições dos prêmios Jabuti e Oceanos, se reúnem para falar sobre literatura e identidades nacionais em uma conversa mediada por Lourival Holanda.

No mesmo dia,  Lia de Itamaracá conversou com a jornalista Michelle de Assumpção nos rodas de cultura popular no palco das áreas de conhecimento.

Os  Quadrinhos também foram discutidos na conversa com o renomado quadrinista Marcelo D’Salete sobre a história negra em quadrinhos e também no domingo com colegas o cartunista André Dahmer, Autor de Malvados.O evento também contou  com o lançamento do artista visual Sérgio Lemos  que ava na época está publicando seu livro Papangus de Bezerros, um resumo de décadas de pesquisas visuais sobre esse personagem da cultura pernambucana.

Local

O local de realização da XVIII Bienal do Livro de Recife foi o Pavilhão do  Centro de Convenções de Pernambuco. O edifício foi considerado a melhor escolha para a realização de eventos, tendo recebido inúmeros grandes congressos, o local certo para workshops, seminários e eventos culturais.

O Centro de Convenções de Pernambuco se enquadra nesse contexto. Espaçoso, moderno e estrategicamente localizado entre Olinda e Recife. Próximo a shoppings, casas de shows, cinemas e centros de lazer, o CECON-PE fica a apenas 12km do Aeroporto Internacional Gilberto Freyre, porta de entrada para o turismo internacional no Nordeste.

Vale lembrar que essa edição da Bienal aconteceu em formato híbrido, uma parte da programação aconteceu online. Esta foi  a primeira edição híbrida (presencial e virtual) do evento.

Nesse cenário, a primeira parte da Bienal aconteceu virtualmente entre os dias 27 e 29 de maio de 2021  com  programação variada totalmente gratuita. O debate concentrou-se em mesas redondas sobre a introdução da cultura afro-brasileira nas escolas, um convidado internacional abordando o futuro das livrarias no mundo, o surgimento do pensamento freireano, palestras sobre tecnologia, educação e cultura, lançamentos de produtos literários, e ainda temas relacionados ao universo infantil.

Além disso,a Bienal também aconteceu em Paulista neste mesmo ano, em sua versão itinerante. A Bienal Itinerante aconteceu no Shopping Paulista Via Norte de quinta a sábado  no domingo nos dias 11 ao 14 de novembro do mesmo ano.

O evento seguiu o sucesso da 13ª edição do evento, realizada no  mês de outubro, que movimentou cerca de R $12 milhões e foi um grande sucesso de público. A edição itinerante funcionou como uma espécie de uma continuação da última Bienal que homenageou a escritora e poetisa pernambucana Cida Pedrosa e o educador Paulo Freire  que completaria 100 anos em 2021.

Esta foi a primeira edição itinerante organizada pela Bienal Internacional do Livro de Pernambuco. Paulista é o primeiro município do estado a sediar este evento voltado para a promoção da leitura.

Além das atrações  presenciais, o evento também contou com atividades virtuais por meio da plataforma e-Bienal. Os debates virtuais e mesas redondas estiveram disponíveis no site www.e-bienal.com para produzir um livro por meio de crowdfunding?’, na presença do cofundador das Crônicas Fantásticas, José Neto, e do autor de “Novak y el Diario del Alquimista”, Yuri Barbosa.

O painel “O que os leitores esperam dos autores contemporâneos?” Mediado pelo editor da Livronews, Fábio Lucas, e contou com a participação de Lívio Meireles, agente literário e diretor geral da CASA Projetos Literários.

 

 Horários Bienal do livro Recife

A última edição da Bienal do Livro de Recife aconteceu do dia 1º a 12 de outubro de 2021, contando com mais de 120 horas de programação, além da programação online e também da versão itinerante que ocorreu em Paulista, em novembro do mesmo ano.

O horário da Bienal foi das 12h às 21h no primeiro dia do evento e das 10h às 21h nos dias que se seguiram.

Vale lembrar que a 14ª Bienal de Recife, que deve acontecer em 2023, ainda não possui data e nem horário anunciado, então, os interessados no evento devem ficar atentos aos anúncios que serão feitos na página oficial da Bienal e também em sites de notícia e em outros veículos da mídia.

A Bienal tem como objetivo o incentivo à cultura assim como a promoção da discussão sobre diversos temas que podem agregar muito o ser humano e a sociedade em geral, assim como um excelente meio de incentivar as atividades financeiras no mercado literário. Sendo assim, se tiver oportunidade, participe de uma edição.

 

 

 

 

 

Continue Reading
Faça seu comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Exposições

To Top