Connect with us

Recife é perigoso?

Turismo

Recife é perigoso?

Recife é perigoso?

Recife é perigoso? Será que a capital do estado de Pernambuco que é uma das maiores e também mais essenciais cidades do litoral do nordeste brasileiro é realmente perigosa? Recife além de ser uma das cidades mais linda do Nordeste do país, trata-se de uma cidade insegura, que provavelmente é uma das mais perigosas do Brasil.

Isso porque a taxa de criminalidade é bastante alta, entre os seus principais problemas são os crimes violentos, como: os roubos e os assaltos a mão armada, além de altos níveis de corrupção e também de tráfico de drogas.

Roubos em ruas e ônibus são comuns?

Recife é perigoso

Você até pode se divertir muito em Recife, porém, precisa estar sempre atento aos seus arredores. Olhe em volta, não deixe as coisas sem vigilância, então evite se envolver em brigas de rua, não ande pela cidade a noite sozinho, pois, essas regras são obrigatórias nesta cidade que é a capital do estado do Pernambuco para se manter em segurança.

É perigoso morar em Recife?  Como já foi citado aqui Recife é uma cidade bastante insegura, isso porque a taxa de criminalidade é muito alta. Qual a qualidade de vida em Recife? Entre as 27 capitais do Brasil, a cidade e também a capital Pernambucana desponta como a de 15ª cidade a ter o melhor índice de bem-estar urbano, segundo o levantamento realizado e coordenado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. A pesquisa mediu o bem-estar nos 5.565 municípios do país.

Qual é o bairro mais violento do Recife?

O bairro Ibura, Várzea e Torrões estão entre os bairros mais violentos de Recife de acordo com o secretário municipal de segurança Urbana, chamado Murilo Cavalcanti. Mas, é bom morar em Recife? Bem, morar em Recife é uma experiência única e que é bem agradável, pois, essa região oferece aos seus moradores benefícios que são incríveis, como, por exemplo: as lindas praias, além de paisagens que são exuberantes e excelentes opções de lazer.

É seguro morar em Recife? 

Apesar de Recife ser uma cidade cheia de atrativos turísticos, mas, como já citado algumas vezes trata-se de uma cidade que é muito insegura, isso porque os seus principais problemas no que diz respeito a violência são: os crimes que são violentos, os roubos e os assaltos a mão armada, os altos níveis de corrupção, além do tráfico de drogas e os roubos que são feitos em ruas e em ônibus que são comuns.

Pode entrar no mar em Recife?

Para você entrar no mar em Recife deverá respeitar a sinalização que lá se encontra, principalmente nos locais que contem placas sobre alerta de incidentes. Pois, há uma máxima que é água no umbigo já é sinal de perigo. Ou seja, se a água do mar chegar na altura da sua cintura, você está correndo o risco de cair em uma depressão, em um buraco, e tem risco de afogamento.

Sendo por isso que o litoral do Pernambuco conta com as placas que alertam para o risco de ataque e também possuem orientações para a população. Entre os critérios para um trecho receber a sinalização estão ser um trecho de mar aberto, canal submarino e o local com incidência de animal marinho.

As estatísticas mostram que a área que possui maior potencialização de ataques vai de Olinda até o Paiva que onde você encontra 110 placas sobre incidentes com ataques de tubarões. Outro cuidado que você deve ter é não entrar no mar quando tiver algum tipo de ferimento aberto, já que o sangue também poderá chamar a atenção dos tubarões. Ou seja, o sangue irá atiçar o tubarão por fazê-lo pensar que um bicho da cadeia dele que está tendo sangramento e ele se aproveitar desses animais para se alimentar.

Quando a água está limpinha, o tubarão consegue identificar o ser humano e assim perceber que não se trata de alimento. Porém, quando a água é turva isso irá confundir o tubarão, principalmente se a água do mar estiver misturada com água de rio. O ambiente no continente acaba favorecendo a uma falha na percepção sensorial do tubarão.

E de acordo com CEMIT, desde junho do ano de 1992 foram notificados 66 casos de ataques de tubarão na região metropolitana. Ao todo, são 26 pessoas que morreram depois de serem atacadas pelos tubarões. Entretanto outras 40 pessoas conseguiram sobreviver.

Como você viu, é preciso manter alguns cuidados antes de entrar no mar de Recife, pois você  deverá respeitar a sinalização que lá se encontra, principalmente nos locais que contem placas sobre alerta de incidentes. Pois, há uma máxima que é água no umbigo já é sinal de perigo. Ou seja, se a água do mar chegar na altura da sua cintura, você está correndo o risco de cair em uma depressão, em um buraco, e tem risco de afogamento assim como também a possíveis  ataques de tubarão na região.

 

O que não se pode deixar de fazer em Recife?

Você não pode deixar de visitar a famosa Praça do Marco Zero que é ideal para dar inicio do seu roteiro, ali mesmo homenagem a Luiz Gonzaga e partem barquinhos até o parque das esculturas Francisco Brennand que fica do outro canal.

Depois disso, caminhando pelas ruas que são charmosas do centro histórico, que são repletas de casarões centenários, facilmente você chegará no Paço o Frevo e na Embaixada de Pernambuco, ambos lugares que retratam de uma forma bem legal a cultura do estado de Pernambuco.

O mercado da Boa Vista é localizado na área central de Recife, sendo a melhor pedida para um almoço regional de respeito. Onde você pode conhecer o arrumadinho que é feijão verde, farofa, vinagrete, carne de sol e o queijo frito. No momento do almoço, as mesas do pátio central do mercado ficam lotadas de pessoas que trabalham pela região e que aproveitam para comer por ali.

Além do arrumadinho citado, você ainda encontra outros pratos que são típicos de recife que preenchem os cardápios que são: caldinhos, fava com charque, escondidinho, entre outros pratos.  E, além disso, aos sábados o mercado costuma organizar eventos com música ao vivo.

O forte das cinco Pontas que é o museu da cidade do Recife, foi construído durante a invasão holandesa em 1630, o forte das cinco pontas abriga hoje em dia o museu da cidade do Recife. Portanto é um excelente lugar para começar as mudanças culturais pela cidade. Com um bom acervo de fotografias, bem como mapas, pinturas e também outros registros, o museu dá um ótimo panorama sobre o passado não apenas da capital do estado de Pernambuco, mas, também de todo o estado.

Uma outra boa sequência para você incluir o Forte das Cinco Pontas na sua lista do que não poder deixar de fazer em Recife está: o Mercado de São José, Recife Antigo, pois, são todos estes lugares que estão relativamente próximos uns dos outros.

O passeio de Catamarã em Recife, que é um dos programas mais agradáveis de se fazer em Recife, pois, se trata do passeio de Catamarã pelo Rio Capibaribe, até porque você estará na cidade conhecida como a Veneza Brasileira.

O Tour possui o nome de Recife e as suas Pontes, que ocorre todos os dias, ou seja, diariamente nos mais variados horários. O embarque é feito no Restaurante Catamarã que fica no Cais de Santa Rita no Recife Antigo. Ao som de um forró que é muito animado você navega por cerca de 1 hora e 30 minutos pelas águas do Rio Capibaribe, passando em baixo de pontes e pelas três ilhas do centro Santo Antônio,  Recife Antigo e também Boa Vista.

Você não pode deixar de conhecer o instituto Ricardo Brennand que foi fundado no ano de 2002 pelo colecionador e também empresário pernambucano chamado  Ricardo Brennand, pois, o complexo possui cerca de 30.000 metros de arte está localizado no bairro da Várzea. A propriedade encanta devido à avenida de palmeiras imperiais que embelezam a sua entrada. Como você já sabe fica localizado no bairro da Várzea que fica cerca de 15 km de Boa Viagem, onde o seu  funcionamento é de terça a domingo das 13h as 17h.No interior do interior possui um grande salão de exposições que é bem estruturado e também possui equipamentos tecnológicos. O espaço também possui uma exposição permanente de armas medievais da coleção do Ricardo Brennand, em um castelo que fica dentro do instituto.

Outro lugar que você não pode deixar de conhecer é o Paço do Frevo que é considerado um patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO, a grande estrela do carnaval do estado de Pernambuco que também possui um espaço inteiro apenas dedicado a sua história, pois, o Paço do Frevo que como o próprio nome indica, é voltado para a promoção do frevo, ou seja, para promover frevo.

Para mais informações sobre se Recife é perigoso? Como você viu aqui se trata de uma cidade bastante insegura, não deixe de conferir essa e outras matérias aqui no nosso blog!

 

Continue Reading
Faça seu comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Turismo

To Top