Connect with us

1º edição de Festival de Acessibilidade Artística acontece em Recife

Teatro

1º edição de Festival de Acessibilidade Artística acontece em Recife

1º edição de Festival de Acessibilidade Artística acontece em Recife

De quinta-feira (17) a domingo (20), o município do Recife receberá o 1° Festival ConectAção LAB: Residência, Experimentações Acessibilidade nas artes, evento voltado para pessoas com deficiências.

Realizado pela VouSer Acessibilidade, a programação artística será desenvolvida no Teatro do Parque, no bairro da Boa Vista, na região central do Recife, e engloba o monólogo “Subnormal”, o show “Virada na Jiraya”, de Flaira Ferro; o espetáculo infantil Tandan e as ações com o grupo de deficientes auditivos “Slam das Mãos”.

 Já as oficinas culturais serão realizadas no Paço do Frevo, na rua da Guia, bairro do Recife. O festival foi um dos contemplados pelo edital Joel Dartz, com incentivo da Lei Aldir Blanc, idealizado pela Prefeitura do Recife.

“Conectar, unir, interligar, agregar, relacionar, associar, combinar, vincular, unir, são verbos que compõem conceitualmente o Festival ConectAção LAB. Um festival de encontros, experimentações e  transcrição com o propósito de ter mais arte na acessibilidade. Na programação, apresentações de teatro, dança, show, performances, instalação, demonstração de trabalho, acessíveis com Libras e audiodescrição de uma forma que você nunca viveu”, afirma Andreza Nóbrega, coordenadora geral e artística do evento.

Programação do evento

O Festival abrirá com o monólogo “Subnormal”, que aborda a trajetória do ator Cleber Tolini, que após uma neurocirurgia tebe o nervo ótico afetado e ficou com 20% de visão subnormal, também conhecida como baixa visão. 

O espetáculo busca evidenciar a realidade vivida pelo ator e  chamar a atenção do público sobre a experiência da deficiência visual dentro do âmbito das artes. Para contar a história, serão utilizados recursos de audiodescrição, com narrativa feita através do próprio artista.

O festival será agitado pela cantora pernambucana Flaira Ferro, com suas músicas e danças populares que envolverão o público em uma mistura de rock, frevo, samples e beats eletrônicos.

O show acontecerá na noite de sexta-feira (18), a partir das 19 horas. Os ingressos para o público custam R$ 40 (inteira e R$ 20 (meia).

Garantindo a acessibilidade e diversidade, haverá uma equipe de artistas, profissionais e monitores traduzindo, do português para Libras, toda a programação musical do evento.

Já para o público infantil, o espetáculo “Tandan” convida crianças de 5 a 9 anos a embarcarem, vedados, em uma dança através dos sentidos. Serão utilizadas caixas de som sem fio que se movem durante toda a apresentação, promovendo uma experimentação sonora e tátil aos pequenos, com duração de cerca de seis minutos.

Outro destaque da programação do 1° Festival ConectAção LAB será a participação do “Slam das Mãos”, com duas atividades. Na sexta-feira, dia 19 de março, o grupo apresentará a “Residência Artística”, com o experimento SUAR, em que cinco artistas surdos e intérpretes estarão em cena expressando narrativas diversas em libras.

No sábado (20), o Slam promoverá uma batalha de poesias em Libras, direcionada ao público sinalizado na modalidade (surdos e ouvintes). A pessoa classificada pela comissão julgadora e vencedora da disputa terá direito a uma premiação especial ao término do festival.

Durante  os quatro dias de programação, o público também poderá participar de outras várias atividades formativas, como a oficina “Teatro Experiri: Corpos em jogo e performance”, “Tradução artística Libras/Português”,”Criação de Arte Surda” e muito mais.

A programação artística será gratuita para todo o público, com exceção ao show da cantora Flaira Ferro, que terá venda antecipada pela internet. Para pessoas com deficiência, haverá distribuição gratuita de convites.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

To Top